Protestos contra Governo reúnem milhares de pessoas na França

Paris, 13 jun (EFE).- As manifestações convocadas hoje na França em protesto contra a política adotada pelo Governo para conter a crise atraíram dezenas de milhares de pessoas em todo o país, embora o número tenha sido menor que em atos anteriores.

EFE |

A convocação das manifestações foi feita por oito sindicatos franceses, e esta foi a quinta ocasião em que as centrais sindicais organizaram atos contra a crise econômica desde que esta começou.

Os protestos transcorreram em calma e sem o sucesso obtido pelas manifestações anteriores.

Em Paris, os organizadores conseguiram reunir cerca de 30 mil pessoas, de acordo com o sindicato CGT, número que, segundo as autoridades policiais, não passou de nove mil.

As duas estimativas, no entanto, se mantêm muito abaixo do mínimo de 65 mil e do máximo de 160 mil registrados em 1º de maio.

Em todo o país as fontes oficiais calcularam um total de 71 mil manifestantes, enquanto no Dia do Trabalho os organizadores conseguiram reunir quase 500 mil nos desfiles em protesto contra as condições trabalhistas na França.

As manifestações tiveram o apoio dos partidos de esquerda, embora sem o marcado protagonismo de algumas das principais legendas, ao contrário do que aconteceu nos atos de meses precedentes. EFE jam/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG