Protestos contra Ahmadinejad chegam às províncias

Várias cidades de província do Irã, como Machhad, Ispahan ou Shiraz, também participam no movimento de protesto contra a reeleição do presidente Mahmud Ahmadinejad, segundo testemunhas e meios de comunicação.

AFP |

Os protestos são pacíficos, mas alguns incidentes foram registrados em algumas localidades e um forte dispositivo de segurança impede o movimento em várias cidades pequenas.

Em Shiraz, sul do país, aconteceram incidentes e vários "agitadores da ordem pública" foram detidos, segundo o procurador da cidade, citado pela agência oficial ISNA.

Em Machhad (nordeste), a segunda maior cidade do país, a oposição convocou um protesto, mas a grande presença de policiais e milicianos islâmicos intimidou os possíveis manifestantes, declarou à AFP uma testemunha por telefone.

Pelo menos 15 cidades foram detidas na cidade.

Em Ispahan (centro do país), os manifestantes favoráveis ao cadidato de oposição Mir Hussein Mussavi tomaram as ruas na segunda-feira à noite. Alguns queimaram motocicletas da polícia e veículos diante do edifício da TV pública.

A polícia usou bombas de gás lacrimogêneo e agrediu os manifestantes.

Nas cidades do norte, menores, as autoridades determinaram um grande dispositivo policial nas praças e principais avenidas.

bur-sgh-pcl/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG