Atenas, 9 mai (EFE).- Cerca de 200 pessoas que integravam um protesto contra o racismo enfrentaram hoje no centro de Atenas, com pedras e bombas, a Polícia, que deteve quatro manifestantes e usou gás lacrimogêneo para dispersar a multidão.

Ao mesmo tempo, grupos neonazistas protestaram pela presença de imigrantes ilegais na Grécia.

Segundo informaram as autoridades à imprensa local, os distúrbios aconteceram nos arredores da escola Politécnica de Atenas, onde cerca de 100 manifestantes se refugiaram após lançar bombas, paus e pedras contra as forças de segurança.

A Polícia estava em alerta também devido à manifestação que grupos neonazistas organizaram também hoje no centro de Atenas, contra a presença de imigrantes ilegais na Grécia.

Os agentes estavam nas imediações dos dois pontos de reunião de ambos os grupos, a fim de evitar que se enfrentassem entre si.

Nos incidentes, a Polícia deteve quatro pessoas e um veículo foi queimado perto da escola.

Em dezembro passado, a Grécia viveu uma onda de eventos violentos nas ruas após a morte de um adolescente por um policial no mesmo bairro onde ocorreram os protestos hoje. EFE afb/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.