Protesto contra premiê chinês termina com 5 detidos em Londres

Londres, 1º fev (EFE).- O primeiro-ministro da China, Wen Jiabao, foi recebido hoje em Londres, em frente à embaixada de seu país, por cerca de cem manifestantes pró-Tibete, alguns dos quais tentaram se aproximar do chefe de Governo e acabaram presos.

EFE |

Ao todo, cinco homens foram detidos por perturbarem a ordem pública, ao passo que vários ativistas derrubaram as cercas de proteção instaladas em frente à missão diplomática, confirmou a Polícia Metropolitana.

Os manifestantes carregavam cartazes com frases como "Acabe com os assassinatos no Tibete", ou com fotos do rosto de Wen, que ontem iniciou uma visita oficial de três dias ao Reino Unido.

Durante a estada do primeiro-ministro chinês, o grupo Free Tibet promoverá várias manifestações a favor desse território, invadido pela China em 1950.

Antes de ir à embaixada chinesa, Wen se reuniu com o líder do Partido Conservador, David Cameron, com quem falou sobre os direitos humanos na China, a crise econômica e a importância de uma resposta internacional às ambições nucleares do Irã.

Amanhã, será a vez de Wen se reunir com o primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown. EFE pa/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG