Por Ed Cropley BANGCOC (Reuters) - Pelo menos uma pessoa morreu e quatro ficaram gravemente feridas na terça-feira em confrontos entre manifestantes contra e a favor do governo da Tailândia, segundo o ministério da Saúde.

O médico Petchpong Kamjornkijjakarn, chefe da unidade de emergência de Bangcoc, disse a uma TV que duas pessoas foram baleadas no incidente da manhã de terça-feira (noite de segunda no Brasil), perto da sede do governo, que está ocupada por manifestantes que exigem a demissão do primeiro-ministro Samak Sundaravej.

Ele não confirmou relatos de que três pessoas teriam morrido. Foi o confronto mais violento desde o início dos protestos da oposição, em maio.

Cerca de 400 soldados foram mobilizados para ajudar a polícia a conter as manifestações.

Na segunda-feira, sindicatos de funcionários de 43 estatais ameaçaram convocar uma greve geral nesta semana.

As ações das empresas tailandesas caíram mais de 23 por cento desde o início dos protestos. Na segunda-feira, a queda foi superior a 1 por cento, apesar da divulgação de taxas de inflação melhores que a esperada.

(Reportagem de Ed Cropley e Nopporn Wong-Anan)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.