Jerusalém, 24 abr (EFE).- Dezenas de pessoas ficaram feridas hoje em confrontos entre forças de segurança israelenses e manifestantes que protestavam contra o muro que separa Israel e Cisjordânia, segundo a agência Palestina Independente Maan.

A fonte disse que as forças de segurança do Estado Judeu usaram fumaça e balas de borracha para dissolver os manifestantes, entre os quais figuravam palestinos e pacifistas israelenses que tinham se reunido no povoado de Bilin.

Esse povoado é palco todas as sextas-feiras de manifestações de protesto pelo mesmo motivo, mas a repressão alcançou hoje particular virulência pela indignação dos manifestantes após a morte do palestino Bassel Abu Rahman na semana passada.

Também em Bilin há um mês o ativista americano Tristan Anderson ficou gravemente ferido, atingido por uma granada de fumaça lançada pelas forças de segurança israelenses quando participava de uma das manifestações de protesto. EFE amg/ma

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.