Atenas, 7 dez (EFE).- Pelo menos nove pessoas ficaram feridas hoje em uma grande manifestação em Atenas em protesto pela morte de um jovem por um policial, ocorrida no sábado, que gerou violentos distúrbios na capital e outras cidades da Grécia.

O diretor do Centro de Assistência Medica (EKAB), Panos Efthasiadis, declarou à emissora de TV "Alpha" que por enquanto se registraram nove feridos, um deles vítima de uma facada, no protesto que contou com mais de dez mil pessoas hoje.

A morte de Alexandros Grigoropulos, um estudante de 15 anos, gerou a ira de milhares de cidadãos, que foram hoje às ruas, assim como grupos de jovens radicais, muitas vezes encapuzados, que queimaram e destruíram lojas, bancos e carros.

As forças da ordem reagiram com extrema violência em seu esforço para dispersar manifestantes, que continuaram suas ações ao longo do dia.

"Nunca vi tal coisa. É como se estivéssemos em guerra", comentou uma testemunha à emissora "Alpha".

O presidente grego, Karolos Papoulias, disse que "a morte do jovem é uma ferida no Estado de Direito". EFE afb/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.