Protesto contra ataques de Israel acaba em tumulto em Atenas

Atenas, 29 dez (EFE).- Cerca de 300 pessoas que se reuniram em frente à embaixada de Israel em Atenas para protestar contra os bombardeios israelenses em Gaza foram dispersadas por bombas de gás lacrimogêneo lançadas pela tropa de choque da Polícia local, informou a rede de TV Alter.

EFE |

O protesto, que atraiu aproximadamente três mil pessoas de organizações palestinas e árabes, foi convocado pelo partido Coalizão de Esquerda, pela organização Stop the War e por associações solidárias à causa palestina e de trabalhadores palestinos.

Os confrontos durante a manifestação tiveram início quando um grupo de pessoas tentou romper o cordão de isolamento disposto para evitar que os manifestantes se aproximassem do edifício da delegação diplomática americana, contra o qual foram jogadas pedras e outros objetos.

Na embaixada israelense, os participantes do protesto conseguiram arriar a bandeira do Estado judeu e destruí-la. Pouco depois, ainda queimaram duas bandeiras dos Estados Unidos.

A Polícia informou que três indivíduos de origem árabe foram detidos nos confrontos.

O Partido Comunista da Grécia convocou hoje outra manifestação em frente às embaixadas dos EUA e de Israel.

Todos os partidos gregos já chegaram ao consenso de que a violência deve ser detida imediatamente.

A chefe da diplomacia grega, Dora Bakoyani, conversou por telefone com o presidente da Liga Árabe, Amre Moussa, e ambos destacaram a importância de a violência nos territórios palestinos ser freada. EFE afb/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG