Protesto contra a máfia atrai milhares em Nápoles

Roma, 21 mar (EFE).- Milhares de pessoas saíram hoje às ruas da cidade italiana de Nápoles para protestar contra as organizações mafiosas que operam no país.

EFE |

Durante a manifestação, jovens, políticos e familiares de vítimas lembraram as mais de 900 pessoas que nos últimos anos foram mortas pela máfia na Itália.

"Este é, sobretudo, um dia de compromisso, e todos os jovens que estão aqui dão mostras de uma fortíssima esperança", disse à imprensa a prefeita da cidade, Rosa Russo Iervolino.

Nápoles "precisa desenvolver todo o seu potencial livre de interesses escusos, porque o Governo da cidade deve estar nas mãos dos napolitanos, e não sob o controle da Camorra", acrescentou Rosa durante o protesto.

Por sua vez, Antonio Bassolino, chefe de Governo da região da Campânia, à qual Nápoles pertence, mostrou-se otimista ao ver que uma multidão saiu às ruas para protestar contra a máfia.

"A Camorra e a máfia não são invencíveis, não são eternas. Desta manifestação vem uma mensagem extraordinário de esperança e confiança", declarou, para, em seguida, acrescentar: "Contra a Camorra e a máfia é preciso lutar nos 365 dias do ano, porque o crime organizado atua nos 365 dias ao ano".

O sul da Itália, onde fica Nápoles, abriga outros grupos mafiosos, como a Ndrangheta, da província de Reggio Calabria, e a Cosa Nostra, da ilha da Sicília. EFE mcs/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG