Prostitutas fazem desfile no centro de Madri

Prostitutas realizaram um desfile de moda no centro de Madri na quinta-feira para provar que não representam riscos aos moradores e comerciantes da área. As prostitutas desfilaram numa passarela improvisada em frente a uma igreja católica.

BBC Brasil |

Para a prostituta Carolina Hernandez, o evento foi um convite para as "damas da noite" e os moradores viverem em paz.

"A verdade é que sentimos que podemos fazer muito mais. O nosso trabalho não é socialmente reconhecido. Sempre recai sobre nós a fama de mulheres más. Isso aqui mostra que nós podemos fazer outras coisas além do que já fazemos", disse.

Dezenas de pessoas aplaudiram o desfile batizado de Madame Bitch. Muitos moradores aprovaram a iniciativa.

"É fantástico, uma grande idéia. As meninas também têm direito de reivindicar o bairro para elas e viver em comunidade como todo o resto", afirmou um morador.

Os modelitos das prostitutas incluíram botas vermelhas, baby-dolls e roupas de banho. Parte do figurino foi cedida pela produção do filme espanhol Princesas, que fala sobre amizade e amor no mundo da prostituição.

A atividade é ilegal na Espanha, mas costuma ser tolerada pelas autoridades. No entanto, nos últimos anos vêm sendo lançadas campanhas que acusam os clientes de incentivar maus-tratos de mulheres, tráfico de drogas e de armas ao utilizar os serviços das meretrizes.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG