Prostituta pede desculpas à mulher de ex-governador de N.York

NOVA YORK - A ex-prostituta Ashley Alexandra Dupré, que acabou com a carreira política do ex-governador de Nova York Eliot Spitzer, pediu desculpas à esposa de seu antigo cliente, em entrevista publicada nesta quarta-feira pela revista People na internet. Sinto sua dor, disse Dupré à revista, em referência a Silda Spitzer, esposa do ex-governador.

EFE |

Sobre Spitzer, a quem a jovem segue chamando de "cliente número 9", mesmo nome que recebia no clube de prostituição que freqüentava, assinalou que ele "já foi suficientemente castigado".

Dupré, que segundo a "People" começou a se prostituir em 2004 para pagar suas contas, lembrou Spitzer como um cliente "educado".

"Alguns querem conversar e te conhecer. Com ele não era assim. Era uma transação. Estritamente negócios", disse.

A ex-prostituta, que também lembrou esses dias como "muito dolorosos para sua mãe", disse que agora quer se dedicar "à música, à moda, a escrever". "À prostituição não voltarei nunca mais", frisou.

    Leia tudo sobre: spitzer

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG