Propaganda irregular denunciada na Bolívia

Sucre (Bolívia), 28 jun (EFE).- O presidente do Conselho Municipal da cidade boliviana de Sucre, o opositor Fidel Herrera, e o presidente da Corte Nacional Eleitoral, José Luis Exeni, denunciaram hoje que continua a propaganda eleitoral nos meios de imprensa há apenas algumas horas antes das eleições para governador regional departamental.

EFE |

Herrera denunciou que os meios de imprensa estatais continuam emitindo propaganda governista.

Exeni disse que "informaram" a ele que um canal local opositor está fazendo o mesmo.

Herrera, em tom veemente, disse que "é ilegal e está sancionado pelo código eleitoral" que os meios de imprensa do Estado "ontem e hoje continuam fazendo campanha a favor do candidato do Governo".

"Protestamos publicamente por este ato de soberba, de abuso", acrescentou Herrera em tom severo após assinalar que "não é democrático que o Governo use e abuse dos meios de comunicação do Estado". EFE az/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG