Tamanho do texto

Sucre (Bolívia), 28 jun (EFE).- O presidente do Conselho Municipal da cidade boliviana de Sucre, o opositor Fidel Herrera, e o presidente da Corte Nacional Eleitoral, José Luis Exeni, denunciaram hoje que continua a propaganda eleitoral nos meios de imprensa há apenas algumas horas antes das eleições para governador regional departamental.

Herrera denunciou que os meios de imprensa estatais continuam emitindo propaganda governista.

Exeni disse que "informaram" a ele que um canal local opositor está fazendo o mesmo.

Herrera, em tom veemente, disse que "é ilegal e está sancionado pelo código eleitoral" que os meios de imprensa do Estado "ontem e hoje continuam fazendo campanha a favor do candidato do Governo".

"Protestamos publicamente por este ato de soberba, de abuso", acrescentou Herrera em tom severo após assinalar que "não é democrático que o Governo use e abuse dos meios de comunicação do Estado". EFE az/ma

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.