Propaganda com membro do RBD rende multa de US$ 730 mil a partido

México, 6 abr (EFE).- Um anúncio do Partido Verde Ecologista do México (PVEM) com Maite Perroni, do grupo RBD, valeu à legenda uma multa de cerca de 10 milhões de pesos (US$ 730 mil), informou hoje o Instituto Federal Eleitoral (IFE).

EFE |

O espaço publicitário, emitido em televisão, viola a lei eleitoral, que impede os partidos de fazer anúncios na imprensa, de forma direta ou através de terceiros, com capital privado.

As propagandas precisam se restringir aos recursos alocados pelo IFE em época de campanha eleitoral. A internet é o único âmbito não regulado neste sentido.

Maite, muito popular no México graças à série de televisão "Rebelde" e à participação no grupo "RBD", que já vendeu mais de 10 milhões de discos no mundo, aparece elogiando a atividade em favor do meio ambiente do PVEM.

A estrela caminha com um deputado federal dos Verdes e conversa sobre a proibição ao tráfico de animais silvestres, o uso de materiais reciclados por parte do Governo e a lei para a proteção dos mangues.

O partido nanico comprou espaços publicitários em televisão através de uma das deputadas.

Estes anúncios, emitidos em 27 e 28 de março, registraram pelo menos 242 impactos publicitários, pelo que houve uma "conduta passiva e tolerante do partido político" ao não tomar medidas para evitar o resultado do comportamento de seus afiliados.

Por isso, deverá pagar a multa. As emissoras de televisão "Televisa" e "TV Azteca" serão notificadas para deixarem de exibir as propagandas, mas não serão economicamente sancionadas por terem emitido os anúncios. EFE jrp/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG