Promotoria colombiana ocupa motel pertencente a Pablo Escobar

Bogotá, 4 mar (EFE).- A Promotoria da cidade de Manizales, no centro-oeste da Colômbia, ocupou hoje um motel que era a última propriedade do narcotraficante Pablo Escobar, morto em 1993 numa troca de tiros com a Polícia e que dirigia o desarticulado Cartel de Medellín.

EFE |

Fontes do Ministério Público disseram a jornalistas que o Motel Arizona, localizado na capital do departamento (estado) de Caldas, foi ocupado pela Direção Nacional de Entorpecentes (DNE) com a ajuda de agentes do Corpo Técnico de Investigação (CTI).

Segundo informações, o estabelecimento será desapropriado por determinação da Superior Tribunal de Manizales, que, depois de cinco meses, decidiu a favor da DNE ao julgar um recurso interposto por Nicolás Escobar Urquijo, sobrinho do narcotraficante.

Escobar Urquijo reivindicava uma soma equivalente a mais de US$ 650 mil por ter administrado a propriedade durante 15 anos, disse a Promotoria.

A DNE, por sua vez, processa o sobrinho de Pablo Escobar por fraude processual, ocupação ilegal de bens e lavagem de dinheiro.

EFE rrm/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG