Promotor ordena investigação de congressistas supostamente ligados às Farc

Bogotá, 22 mai (EFE).- O procurador-geral da Colômbia, Mario Iguarán, ordenou hoje a investigação de três congressistas e mais nove pessoas, entre elas quatro estrangeiros, por suposta ligação com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

EFE |

Entre os suspeitos de ligação com as Farc está a senadora colombiana Piedad Córdoba, ex-mediadora junto ao presidente venezuelano, Hugo Chávez, na busca de um acordo humanitário pela libertação dos reféns da guerrilha.

Outro citados são o venezuelano Amílcar Figueroa, membro do Parlamento Latino-americano, e a equatoriana María Augusta Rua, da Assembléia Constituinte de seu país. EFE rrm/plc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG