Os projetos originais de construção do campo de extermínio nazista de Auschwitz, descobertos num apartamento de Berlim em novembro passado, foram apresentados ao público nesta terça-feira pela primeira vez.

Os 29 documentos, adquiridos pelo jornal Bild e apresentados numa exposição organizada por sua editora Springer em Berlim, datam de 1941-42 e incluem planos elaborados com uma grande precisão técnica para construir uma câmara de gás e um crematório.

A exposição foi inaugurada na noite de segunda-feira pelo sobrevivente de Auschwitz, Wladyslaw Bartoszewski, dirigente atual do complexo polonês.

"Os projetos de Auschwitz estremecem a alma de todo ser humano pensante porque são a expressão de algo desumano, criado por pessoas. São os planos de construção de um verdadeiro inferno", diz Bartoszewski, citado pelo Bild.

Mais de um milhão de judeus, ciganos e outras pessoas consideradas "subumanas" pelos nazistas, foram assassinados em Auschwitz, perto da cidade polonesa de Krakow.

stu/jo/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.