Projeto para legalizar casamento gay é apresentado no Chile

Senadores da oposição seguem iniciativa da Argentina, primeiro país da América Latina a aprovar a medida

AFP |

Um projeto de lei para legalizar o casamento gay foi apresentado nesta terça-feira no Congresso do Chile por dois senadores da oposição. Os parlamentares tentam seguir a iniciativa da Argentina, que no mês passado se tornou o primeiro país da América Latina a aprovar a união civil entre homossexuais.

"O que estamos fazendo é aprofundar a democracia", disse o senador Fulvio Rossi, presidente do Partido Socialista, de oposição, um dos patrocinadores da iniciativa. "Estamos fazendo com que no Chile os direitos humanos fundamentais não tenham a ver com a condição sexual."

A iniciativa também foi patrocinada pelo senador Guido Girardi, do Partido pela Democracia, aliado de socialistas na coalizão opositora de centro-esquerda.

O projeto de lei modifica o atual Código Civil Chileno, que entende o casamento como um "contrato solene entre um homem e uma mulher". A iniciativa já provoca polêmica no país, onde a Igreja Católica tem grande influência.

O projeto não tem o apoio de toda a oposição e enfrenta divisões dentro do próprio PS, onde o deputado Osvaldo Andrade - que compete com Rossi pela presidência do partido - avaliou que a sociedade ainda "não está preparada" para discutir o tema.

    Leia tudo sobre: chileargentinacasamento gay

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG