Projeto no Senado dos EUA prevê concessão de licenças para CO2

Por Richard Cowan WASHINGTON (Reuters) - O projeto de lei sobre o controle climático que os líderes democratas querem aprovar no Senado dos Estados Unidos vai dar às empresas um número considerável de licenças de poluição, que potencialmente valem bilhões de dólares, em vez de vendê-los, disse nesta sexta-feira um assessor de um importante senador democrata.

Reuters |

As licenças --ou alvarás gratuitos-- terão um "papel significativo" no texto do Senado, que tem abordagem semelhante à da lei aprovada recentemente pela Câmara sobre a mudança climática, segundo o assessor.

No texto da Câmara, cerca de 85 por cento das licenças de poluição que as companhias precisarão ter para emitir dióxido de carbono e outros gases do efeito estufa serão inicialmente dados às empresas.

Pouco depois da volta do recesso parlamentar, em 8 de setembro, os senadores democratas devem apresentar sua própria versão do projeto de lei sobre o controle das emissões de carbono em indústrias e empresas de serviços públicos.

O assessor, que pediu para não ser identificado, afirmou que o projeto não terá uma fórmula específica para a distribuição de licenças de poluição, que deve diminuir à medida que as empresas sejam autorizadas a emitir cada vez menos gases do efeito estufa.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG