O sim à nova Constituição promovida pelo presidente da Bolívia, Evo Morales, leva vantagem até agora no referendo organizado para aprová-la, segundo projeções de boca-de-urna divulgadas por suas emissoras de televisão bolivianas.

A pesquisa da rede ATB indica 50,6% para o 'sim', 49,4% do 'não', enquanto a Unitel aponta para 60% a favor e 40% contra a nova Carta Magna.

rb/ap

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.