Programa da BBC reúne família separada por tremor no Haiti

Um programa de rádio do serviço mundial da BBC ajudou a reunir uma mãe haitiana nos EUA com o filho único, de 16 anos, que estava na capital do Haiti, Porto Príncipe. Simone Macary, que mora em Boston, não tinha notícias do filho Penaisse, que estudava no Haiti, desde o terremoto do dia 12 de janeiro.

BBC Brasil |

A equipe de produção do programa Koneksyon Ayiti tomou conhecimento sobre Penaisse no último domingo, quando o garoto mandou uma mensagem de texto ao número de telefone americano da equipe.

"Estou desabrigado, meu professor morreu e minha mãe é Simone Macary. Ela é americana mas não consegue me ajudar. A embaixada está fechada e estou nas ruas", dizia o texto.

Reação
Penaisse enviou à BBC o número de telefone de sua mãe, mas este estava errado.

Na terça-feira, o programa transmitiu uma mensagem a Penaisse pedindo para que ele reenviasse o número. Ele ouvia a transmissão e mandou o número correto.

Quando a BBC telefonou para Simone para contar-lhe que Penaisse estava vivo, ela disse, emocionada: "Estive procurando por você, meu único filho! Não consegui comer ou dormir desde o terremoto!".

Ela disse que vinha tentando embarcar para o Haiti, mas não havia conseguido encontrar voos e pediu ajuda à BBC para localizar o garoto.

A equipe do programa encontrou Penaisse e o entrevistou. Quando ouviu a voz gravado do filho, Simone reagiu cantando o hino cristão How Great Thou Art.

Nesta quarta-feira, ela disse que finalmente falou com o filho.

"Ele ainda está nas ruas mas vivo e seu que ele vai ficar bem", disse ela, afirmando ainda que partirá para Porto Príncipe no primeiro voo disponível.

Penaisse e Simone estão entre as centenas de milhares de famílias haitianas separadas pelo terremoto.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG