Professores dos EUA teorizam sobre o esconderijo de Bin Laden

Por Steve Holland WASHINGTON (Reuters) - Após tantos anos, afinal: onde está Osama bin Laden? Dois professores universitários de Geografia acham que sabem a resposta.

Reuters |

Thomas Gillespie e John Agnew, da Universidade da Califórnia, em Los Angeles, usaram imagens de satélite e complexos métodos geográficos para teorizar que o líder da Al Qaeda está na cidade de Parachinar, nas montanhas do noroeste do Paquistão.

Parachinar fica a cerca de 19 quilômetros da fronteira com o Afeganistão. Os professores acreditam que Bin Laden pode estar em um dos três complexos murados da cidade.

O militante, responsável pelos atentados de 11 de setembro de 2001, é caçado exaustivamente pelos EUA, que oferecem 25 milhões de dólares por informações que levem à sua captura ou morte. Eventualmente, Bin Laden aparece em vídeos divulgados pela Internet.

"Acreditamos que nosso trabalho envolva a primeira abordagem científica ao estabelecimento da localização atual dele. Os métodos são repetíveis e podem ser atualizados com novas informações obtidas pela comunidade de inteligência dos EUA", escreveram os professores na publicação MIT International Review.

Gillespie e Agnew se basearam no último paradeiro conhecido de Bin Laden, as montanhas de Tora Bora (Afeganistão) e empregaram "teorias que predizem como plantas e animais se distribuem pelo espaço ao longo do tempo".

Deduziram que Parachinar se encaixa como provável refúgio. É um lugar onde o líder da Al Qaeda poderia ter eletricidade, proteção física, privacidade pessoal e um pequeno número de guarda-costas, permanecendo a salvo da visão aérea.

Morar em uma grande cidade ou perto dela reduziria o risco de ser achado numa ação militar, dizem os professores. O risco seria maior em uma cidade pequena ou numa estrutura isolada, de acordo com eles.

Além disso, escreveram, "Parachinar tem um longo histórico de abrigar mujahideens durante a invasão soviética do Afeganistão, na década de 1980, então muito provavelmente contém um grande número de soldados do Taliban que cruzam de lá para o Afeganistão."

A dupla disse não acreditar que Bin Laden esteja escondido numa caverna, ideia colocada no imaginário popular pelo ex-presidente dos EUA George W. Bush, que ordenou uma invasão do Afeganistão no final de 2001 para perseguir militantes da Al Qaeda e do Taliban, em retaliação pelos atentados do 11 de Setembro.

"Uma caverna teria de ter uma entrada selada, ser aquecida e ventilada, e ter mantimentos transportados mensalmente ou anualmente. Sentimos que a maioria dessas exigências teria uma manifestação física que seria facilmente vista do espaço, e que a hipótese da caverna é improvável, mas poderia ser testada."

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG