Professora de 60 anos responde a 15 acusações por fazer sexo com estudante

Miami, 26 jun (EFE).- Uma professora de 60 anos está atrás das grades depois que as autoridades do estado da Flórida (Estados Unidos) apresentaram 15 acusações contra ela por manter relações sexuais com um estudante, informaram hoje fontes oficiais.

EFE |

Adrienne LaFlamme, que ensinava ciências em um centro de detenção de jovens, foi detida na noite de quarta-feira, informou hoje a Polícia do condado de Brevard, na costa leste da Flórida.

Segundo as autoridades, a professora conheceu nesse centro um estudante de 17 anos, e quando foi libertado, entrou em contato com ele, o levou para sua casa e manteve relações sexuais com o aluno.

Segundo as acusações, as relações entre a professora e o menor de idade duraram aproximadamente quatro semanas.

"As ações desta mulher são uma total vergonha", disse a detetive Jasmine Campbell.

Este é o terceiro caso de professoras acusadas de manter relações sexuais com estudantes registrado em apenas um mês no estado da Flórida.

Em 6 de junho, a professora Christine Jouini, de 38 anos, foi detida em Margate, ao norte de Miami, depois de ser acusada de manter relações sexuais com um estudante menor de idade durante um ano.

Sua detenção aconteceu um dia depois da prisão, no condado de Polk (oeste da Flórida) da professora de ciências Danielle Lynnette, de 32 anos, acusado de fazer sexo com quatro adolescentes com idades entre 14 a 16 anos, em seu apartamento. EFE so/gs

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG