Bangcoc, 6 ago (EFE).- Um professor na Malásia obrigou um aluno a fumar 42 cigarros em apenas duas horas quando encontrou um maço e um isqueiro em sua mochila, informou hoje a imprensa local.

O fato ocorreu em um colégio da ilha de Langkawi e o diretor da instituição já pediu desculpas à família do adolescente de 16 anos, segundo o diário "New Straits Times".

O castigo foi cumprido na presença de outros professores e alunos da escola, e o jovem teve que fumar até quatro cigarros ao mesmo tempo durante a tarefa.

A Polícia investiga o professor, que pode ter seu direito de lecionar cassado.

Da mesma forma que em Brunei e Cingapura, nas escolas da Malásia se aplica o castigo corporal para as crianças que forem pegas fumando ou protagonizando atos de vandalismo. EFE tai/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.