Professor espanca aluno de 11 anos até a morte no Egito

Cairo, 28 out (EFE).- Um professor egípcio espancou até a morte um de seus alunos, identificado como Islam Amr, por não ter feito as tarefas em um colégio de Alexandria, informa hoje o jornal Al-Masry al-Yum em seu site.

EFE |

O incidente ocorreu ontem em uma escola dessa cidade litorânea, situada no norte do país.

O professor, Haytham Nabil Abdel Hamid, de 23 anos, bateu no aluno, de 11 anos, com uma régua e o repreendeu por não ter feito a tarefa que havia mandado.

Posteriormente, o professor seguiu batendo no menino até que ele perdeu a consciência e precisou ser levado a um hospital.

A criança morreu devido a uma parada respiratória.

O professor declarou perante a Promotoria de Muntaza, em Alexandria, que não tinha a intenção de matar o menor, mas de castigá-lo por não ter feito os deveres.

As autoridades decretaram sua detenção por um prazo de quatro dias, enquanto começa a investigação sobre o crime. EFE fc/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG