Produtor alemão de TV morre durante ataques a hotel em Mumbai

Berlim, 27 nov (EFE).- Pelo menos um cidadão alemão morreu ao tentar escapar dos atentados que atingiram a cidade indiana de Mumbai, informou a produtora privada Camp TV.

EFE |

A produtora de televisão disse que o diretor de programas da companhia, Ralph Burkei, morreu durante os ataques no hotel Taj Mahal.

Burkei, que foi vice-presidente do clube de futebol da segunda divisão Munique 1860 e tesoureiro do grupo de Munique da União Social-Cristã (CSU), morreu ao tentar escapar da troca de tiros no hotel, informou Ralph Pillar, sócio da companhia.

Pillar disse ao jornal "Abendzeitung" que Burkei tentou escapar pela fachada e caiu em um telhado, onde teria fraturado vários ossos.

Burkei, de 51 anos, teria morrido a caminho do hospital, segundo as informações de Pillar.

O Ministério de Assuntos Exteriores alemão não confirmou, por enquanto, que haja outras vítimas entre seus cidadãos, e o ministro dessa pasta, Frank-Walter Steinmeier, informou que foi criado um comitê de crise para acompanhar os fatos. EFE ih-umj/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG