Produção industrial do Japão tem queda recorde em novembro

Por Hideyuki Sano TÓQUIO (Reuters) - A produção industrial do Japão em novembro sofreu uma queda recorde e o núcleo da inflação ao consumidor teve uma desaceleração mais intensa que o esperado, o que coloca a economia do país em curso de um processo de deflação no próximo ano.

Reuters |

O cenário pessimista pode pressionar o Banco do Japão a implementar medidas monetárias heterodoxas, uma vez que tem pouco espaço para cortar juros depois de reduzi-los para 0,10 por cento na semana passada.

O ministro da Economia do Japão, Kaoru Yosano, afirmou que Tóquio pode agir da maneira mais flexível possível na implementação de medidas se as condições econômicas se deteriorarem mais.

"A economia do Japão não deve sair do fundo até o período de outubro a dezembro do próximo ano, já que a produção deve continuar muito fraca até lá", disse Naoki Iizuka, economista sênior no Mizhuo Securities.

A produção industrial do Japão caiu 8,1 por cento em novembro em relação ao mês anterior, na queda mais acentuada já registrada. O tombo também superou a mediana de estimativas do mercado, de queda de 6,8 por cento.

Mesmo após despencar em novembro, a produção deve afundar ainda mais 8 por cento em dezembro e 2,1 por cento em janeiro, segundo dados do ministério da Economia, Comércio e Indústria, divulgados nesta sexta-feira.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG