Caracas, 4 ago (EFE).- A Procuradoria venezuelana ordenou hoje que a Polícia detenha a dirigente Lina Ron, simpatizante do presidente Hugo Chávez, pelo ataque que ela e seu grupo cometeram na segunda-feira contra a emissora Globovisión da rede privada de televisão.

EFE ar/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.