Procuradoria de Sana acusa três iemenitas de espionar para o Irã

Sana, 11 out (EFE).- A Procuradoria de Segurança de Sana acusou hoje três cidadãos iemenitas de espionar para o Irã, informaram fontes judiciais.

EFE |

As fontes disseram que Abdel Karim Ali Lalayi, de 33 anos; Hani Ahmad Din Mohammed, de 31 anos, e Eskandar Abdullah Youssef Abdo, de 57 anos, são acusados da entrega ao Irã de informações, documentos e fotografias que revelam segredos militares, políticos, econômicos e de segurança iemenitas.

Além disso, as fontes, que citam a ata de acusação, afirmaram que as ações de espionagem que teriam sido realizadas pelos três prejudicaram o Iêmen.

Todos eles foram detidos em junho na cidade portuária de Áden, localizada no sul do país, acrescentaram as fontes.

A Procuradoria não permitiu a entrada da imprensa na sessão de hoje, e ordenou que a próxima audiência da causa, programada para o sábado que vem, também aconteça a portas fechadas.

ja/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG