A Procuradoria Geral de Honduras apresentou nesta quarta-feira uma acusação de abuso de autoridade contra a cúpula militar, por deter e expulsar do país o então presidente, Manuel Zelaya, durante o golpe de Estado de 28 de junho passado, informou o poder judiciário.

cas/LR

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.