Procurador de N.York convoca cinco diretores do Bank of America

Nova York, 16 set (EFE).- O procurador do estado de Nova York, Andrew Cuomo, enviou hoje convocações a cinco executivos e ex-diretores do Bank of America para indagar sobre a possibilidade de terem ocultado informação aos acionistas sobre os problemas que o Merrill Lynch tinha quando as duas firmas negociavam sua fusão.

EFE |

A informação foi divulgada na edição digital do diário "Wall Street Journal", que, citando como fonte "pessoas familiarizadas com a situação", aponta que entre os diretores se encontra o presidente da entidade, Walter Massey.

Esta convocação acontece dois dias depois de um juiz rejeitar o acordo alcançado entre o Bank of America e a Comissão da Bolsa de Valores dos Estados Unidos (SEC, na sigla em inglês) para a retirada do processo apresentado pelo regulador contra o banco, em relação com os US$ 5,8 bilhões em bônus que a entidade permitiu que o Merrill Lynch pagasse a seus diretores.

"O acordo não é justo, razoável, ou adequado", assegurou o juiz Jed Rakoff em uma ordem judicial na qual argumenta que o convênio em questão na realidade "obriga os acionistas que foram vítimas dos erros do Bank of America a pagar uma multa por esses erros", que foram cometidos pelos gerentes de seu banco.

Tanto a SEC como Cuomo consideram que o banco ocultou informação a seus acionistas e aos do Merrill Lynch sobre o pagamento de compensações por parte deste último a seus executivos pouco antes de ser adquirido pelo Bank of America, em plena crise financeira e por US$ 50 bilhões.

As autoridades reguladoras temem que parte do dinheiro do Merrill procedesse de forma direta ou indireta dos fundos públicos recebidos pela entidade. EFE mgl/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG