Procissão fúnebre de Ted Kennedy percorre as ruas de Washington

Washington, 29 ago (EFE).- A procissão fúnebre do falecido senador democrata Ted Kennedy atraiu hoje centenas de americanos às ruas próximas ao Capitólio, em Washington, de onde seu corpo será levado para o Cemitério Nacional de Arlington, no estado americano da Virginia.

EFE |

Com um pouco de atraso, o corpo de Kennedy chegou de avião, de Boston para a base aérea de Andrews, de onde a caravana de limusines pretas, liderada pelo carro fúnebre, iniciou, em meio a fortes aplausos, o último percurso do senador por Washington.

Cerca de mil pessoas se reuniram nas escadas do Capitólio e nos arredores, muitas de luto rigoroso, para ver passar a procissão fúnebre.

Dezenas levavam bandeiras americanas de vários tamanhos e, em homenagem a Kennedy, um grande amante do mar e dos barcos a vela, outros carregavam bandeiras náuticas com as iniciais de seu nome: E, M, e K (Edward Moore Kennedy).

Outros turistas e moradores da região levaram cartazes feitos à mão, com mensagens a favor da aprovação da reforma nacional no setor de saúde, um assunto pelo qual Kennedy lutou durante quatro décadas.

Entre os reunidos no Capitólio estavam, em uma cadeira de rodas, o senador democrata Robert Byrd, o senador com maior tempo de serviço na Casa e íntimo amigo de Kennedy, e o democrata Patrick Leahy.

A viúva do senador, Vicki Reggie Kennedy, e vários membros de sua família, saíram de seus veículos para presenciar uma breve cerimônia, que incluiu orações em homenagem "ao fiel servidor do povo" e o canto da emblemática canção patriótica "America The Beautiful".

Em nome da família, um dos filhos de Kennedy, o deputado pelo estado de Rhode Island Patrick Kennedy, agradeceu às multidões pelo enorme apoio e homenagens a seu pai.

A Polícia da capital decidiu abrir a Avenida Constituição e a Memorial Bridge, que leva ao cemitério, para que as pessoas pudessem dar o último adeus a Kennedy, eleito pela primeira vez ao Senado com somente 30 anos de idade, em 1962.

Centenas de pessoas se reuniram ao longo da avenida, onde as bandeiras estavam hasteadas a meio mastro nos edifícios e museus públicos da capital.

As autoridades ordenaram o fechamento de várias ruas no centro da cidade, para permitir a passagem da caravana, que saiu do Capitólio sob fortes aplausos.

Kennedy será enterrado em um sepultamento privado, no qual VIcki receberá a bandeira americana que cobre o caixão do senador desde a quarta-feira, quando foi transportado de sua residência, em Hyannis Port, no estado de Massachusetts, para a Biblioteca Presidencial JFK, em Boston.

Kennedy morreu na noite de terça-feira, aos 77 anos, após 15 meses de luta contra um câncer de cérebro. EFE mp/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG