Processo de paz continua mesmo sem Olmert, diz palestino

WASHINGTON (Reuters) - O negociador palestino no processo de paz, Saeb Erekat, disse na quarta-feira haver uma disposição mútua de israelenses e palestinos para manter o processo de paz apesar da saída anunciada de Ehud Olmert da chefia de governo do Estado judeu. Declaramos hoje que vamos continuar buscando um acordo até o fim do ano, disse Erekat a jornalistas depois de reuniões de funcionários de ambas as partes com a secretária norte-americana de Estado, Condoleezza Rice, que deve voltar ao Oriente Médio em 20 de agosto.

Reuters |

A Casa Branca disse que também pretende manter seu envolvimento no processo.

As delegações do encontro em Washington foram lideradas por Rice, pelo primeiro-ministro palestino, Ahmed Qurei, e pela chanceler de Israel, Tzipi Livni, cotada como sucessora de Olmert.

Livni deixou a sede do Departamento de Estado sem falar com jornalistas.

Enquanto o encontro ocorria, Olmert anunciava em Israel que pretende renunciar depois da eleição interna para a eleição de um novo líder do seu partido Kadima, em 17 de setembro. Ele está sob suspeita de corrupção.

De acordo com Erekat, ao receber a notícia os israelenses disseram que a saída de Olmert não afetaria as negociações.

(Reportagem de Susan Cornwell)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG