Problemas técnicos obrigam piloto de avião de Berlusconi a aterrissar

O problema consistiu em uma rachadura na parte interna da janela do copiloto

iG São Paulo |

AP
Premiê italiano, Silvio Berlusconi (3º à dir.), se prepara para embarcar em Airbus após seu jato, que ia para Bruxelas, ter voltado para Milão para pouso de emergência
O avião que levava o presidente do governo da Itália, Silvio Berlusconi, a Bruxelas teve de aterrissar no aeroporto de Milão por um problema técnico, informou a imprensa italiana.

O piloto do avião, que decolou em Roma, deu-se conta de que havia um problema na janela da cabine e decidiu aterrissar no aeroporto milanês de Linate.

Segundo o subsecretário de governo italiano, Paolo Bonaiuti, que também viajava na aeronave, "a situação está tranquila".

Mais tarde, o premiê italiano aparentou tranquilidade ao comentar o problema técnico.

"Houve só uma forte rachadura no vidro (da janela da cabine, no lado do copiloto). Precisamos reduzir a velocidade e retornar a Milão. Só isso", assinalou o primeiro-ministro, depois de desembarcar na capital belga com atraso. Ele prosseguiu a viagem para Bruxelas em outro avião.

Ao ser questionado por jornalistas sobre um possível complô, Berlusconi somente sorriu sem dizer nada e se afastou do local.

O problema consistiu em uma bolha no lado interno da janela do copiloto, que criou um pequeno curto-circuito no sistema de aquecimento das janelas - o que, segundo informações, não consistiria em um problema sério.

Berlusconi viajou para participar da reunião extraordinária do Conselho Europeu, com os chefes de Estado e de governo da União Europeia (UE).

*Com EFE e Ansa

    Leia tudo sobre: itáliasilvio berlusconiaviãodesastres aéreos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG