Problemas acompanham primeiras férias de Obama na Presidência dos EUA

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, entrou de férias e viajou neste domingo para a ilha de Marthas Vineyard, no nordeste do país, acompanhado de sua família e de uma longa lista de problemas que ameaçam alterar o que a Casa Branca descreveu como um merecido descanso.

EFE |

¿ Imigrantes brasileiros são 'motor' da ilha em que Obama passa férias

Obama deixa Washington em meio a um forte debate sobre seu plano de reforma do sistema de saúde, com os EUA em recessão e com um elevado déficit, além de estar presente em duas guerras (Iraque e Afeganistão).

Reuters
Obama tira férias acompanhado da família


De qualquer forma, será uma pausa breve, bem diferente das longas ausências de seu antecessor, George W. Bush, que passou 487 dias na residência presidencial de Camp David e outros 490 em seu rancho do Texas, o que deu a ele o título de o presidente americano que mais tirou férias na história do país.

Obama ficará apenas uma semana em Martha's Vineyard, no estado de Massachusetts, um dos lugares preferidos da elite americana.

Alguns dos amigos mais íntimos dos Obama, como a assessora presidencial Valerie Jarrett e o médico Eric Whitaker, devem os acompanhar durante sua estadia na ilha.

Os Obama alugaram uma mansão conhecida como "Blue Heron Farm" ("Fazenda da Garça Azul", em tradução livre), que conta com praia particular, piscina e uma quadra de basquete, o esporte favorito do presidente.

A propriedade de 11,34 hectares será alugada por US$ 35 mil semanais que sairão do bolso dos Obama - o que não impediu a família de receber críticas nos EUA por causa de tal despesa.

Além do basquete e da praia, o presidente deve dedicar seu tempo ao golfe e à companhia de sua esposa Michelle e das duas filhas do casal, Malia e Sasha, de 11 e 9 anos, respectivamente.

Segundo o jornal "The Boston Globe", Obama deve levar a família ao carrossel mais antigo dos EUA, em Oak Bluffs, localidade onde as ricas famílias afro-americanas que sofriam preconceito em outros locais do país costumavam passar seus verões.

Ao anunciar as férias de Obama, a Casa Branca pediu à imprensa para que respeite a privacidade de Malia e Sasha.

"Esperamos e desejamos que todos vocês, durante estas férias familiares, respeitem a privacidade de Sasha e Malia", disse na sexta-feira o porta-voz da Casa Branca, Robert Gibbs.

Independente disso, a chegada dos Obama já atraiu um exército de paparazzis para Martha's Vineyard, ilha cuja população de 20 mil pessoas se quintuplica durante os meses de férias.

As pequenas lojas de lembranças encheram suas estantes com camisetas, bonés, xícaras e demais artigos com alusões aos Obama e seu cachorro Bo, que acompanha a família nas férias.

Local das férias de verão de presidentes como Bill Clinton (1993-2001), Martha's Vineyard também atrai celebridades como o cantor Paul McCartney e os atores Mary Steenburgen e Ted Danson, todos proprietários de casas na região.

Entretanto, a ilha está ligada principalmente à história trágica e grandiosa do clã dos Kennedy, que têm seu complexo residencial familiar em Hyannis Port, localidade próxima.

O presidente John Kennedy (1961-1963) e sua esposa Jacqueline Kennedy Onassis visitavam a ilha com frequência e seu filho, John Kennedy Jr., morreu com sua esposa e sua cunhada quando o pequeno avião no qual viajavam rumo a Martha's Vineyard caiu em 1999.

A ilha foi batizada como Martha's Vineyard ("Vinhedo de Martha", em tradução livre) em 1602 pelo explorador britânico Bartholomew Gosnold, que escolheu esse nome em homenagem a sua filha mais velha e às uvas selvagens que cresciam na zona.

Leia mais sobre Obama

    Leia tudo sobre: estados unidosobamapresidência dos eua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG