Privada de US$ 800 mil recebe vigilância especial no Uruguai

Um esquema especial de vigilância foi montado na cidade de Durazno (183 km ao norte de Montevidéu) para proteger uma privada francesa de 1887, ainda em uso, mas avaliada em 800 mil dólares pelo Museu do Louvre, em Paris.

AFP |

"A peça foi descoberta recentemente por um restaurador, que entrou em contato com o Museu do Louvre e foi informado de seu valor, meio milhão de euros...", revelou à AFP a diretora de Cultura da Prefeitura de Durazno, Susana Flores.

"Trata-se de uma privada francesa de porcelana branca, pintada a mão por dentro e por fora com técnica do oriente em tinta de lula azul. Ainda tem o selo original e há apenas três destas no mundo", destacou Flores.

Após ser informada do valor da peça, a prefeitura de Durazno instalou alarmes e contratou um serviço especial de vigilância, que protege a privada por 24 horas.

Apesar do valor de 800 mil dólares, a "jóia" é utilizada diariamente por funcionários municipais, na casa que pertenceu ao médico e filantropo ítalo-uruguaio Emilio Pensa.

fb/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG