Localizada no coração de Paris, a grande loja Le Printemps, onde cinco cargas explosivas foram encontradas nesta terça-feira, atrai diariamente 100.000 clientes, dos quais 25% turistas.

Esta grande loja, situada no boulevard Haussmann, em um bairro comercial e turístico, ocupa uma área de quase 48.000 m2. Possui três prédios, de cinco a nove andares, um para moda feminina, outro para moda masculina e o terceiro para artigos de beleza e casa.

Os prédios são vizinhos do concorrente histórico Les Galeries Lafayette (com quase 67.000 m2), que atraem 150.000 clientes por dia, dos quais 45% turistas. Printemps Haussmann, loja especializada em produtos de luxo desde 2001, atrai 100.000 clientes, dos quais 25% são turistas.

Na inauguração em 1865, o bairro ainda era periférico e pouco comerciável.

Seu fundador, Jules Jaluzot, havia escolhido instalar sua "catedral do comércio" nesse local, pressentindo o potencial comercial graças à futura ópera Garnier, então em construção, mas também ao desenvolvimento do tráfego de ônibus e da estação Saint Lazare.

Na época, a loja já oferecia uma diversidade muito grande de produtos, de artigos de supermercado a jóias.

No início deste ano, o estabelecimento passou por uma série de obras de renovação, que custou 30 milhões de euros, principalmente nas fachadas e domos, registrados no inventário dos Monumentos históricos desde 1975.

Printemps do Boulevard Haussmann é o carro-chefe em termos de faturamento do grupo de mesmo nome. Este último, vendido pela família Pinault por 1,1 bilhão de euros ao banco de negócios Deutsche Bank em 2006, conta um total de 17 lojas.

bow/lm/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.