Príncipes Harry e William brilham em estréia do novo Bond em Londres

Pedro Alonso. Londres, 29 out (EFE) - James Bond trabalha a serviço de sua Majestade a rainha da Inglaterra, mas hoje se rendeu aos príncipes William e Harry, que assistiram, em Londres, à estréia mundial do novo filme do agente 007, Quantum of Solace. Centenas de fãs lotaram a praça de Leicester Square, no centro de Londres, onde ocorreu a apresentação da 22º filme de Bond, para ver desfilar no tapete vermelho os ídolos da telona e os dois príncipes. O ator britânico Daniel Craig, que encarna pela segunda vez o agente após estrear no papel em 007 - Cassino Royale (2006), enlouqueceu a multidão ao chegar, em um Mercedes prateado, à praça, onde deu vários autógrafos. Craig, de 40 anos, se apresentou usando um elegante smoking do mesmo estilo dos encontrados no guarda-roupa de Bond, mas com o braço direito imobilizado devido a uma lesão no ombro sofrida durante a gravação do filme, lembrando ao público de que é um herói de carne e osso. Questionado sobre por que a estréia do longa, que chegará aos cinemas britânicos nesta sexta-feira - no Brasil, só no dia 7 de novembro -, ocorria em Londres, o ator (acompanhado da namorada, Satsuki Mitchell) respondeu: Porque se trata de Bond, que é muito britânico. Apesar das entusiasmadas boas-vindas da multidão reunida a Craig, a grande sensação da noite foram os príncipes ingleses, que surgiram muito sorridentes de seus automóveis oficiais, apesar de não terem posado para fotos no tapete vermelho por raz...

EFE |

O espião acha pistas de Dominic Greene, um "terrorista-ambiental" que quer colocar à frente da Bolívia um general exilado em troca dos recursos naturais do país.

O filme é o mais curto da saga (106 minutos), mas também o mais caro, pois custou US$ 230 milhões, e o que teve mais localizações de gravação, já que foi filmado em Reino Unido, Panamá, Chile, Itália, Áustria e México.

Como não podia ser de outra maneira, "Quantum of Solace" oferece grandes doses de ação (brigas, perseguições em moto, carro, navio e avião, e saltos tão vertiginosos quanto arriscados).

No entanto, o fã de carteirinha sentirá falta de algumas frases típicas de 007, como seu conhecido "Bond, James Bond", e seu famoso martini ("agitado, não mexido"), que estão ausentes no novo longa.

"Não parece um filme de Bond. Craig não diz uma só vez: 'Meu nome é Bond, James Bond", criticou recentemente o crítico David Edwards no jornal "The Mirror".

No entanto, a nova aventura do agente secreto foi bem recebida pela crítica em geral, embora alguns comentaristas compartilhem a opinião do jornal "The Guardian", que considera que "'Quantum of Solace' não é tão bom quanto 'Cassino Royale".

O título do novo filme, convém esclarecer, provém do relato homônimo incluído em "For your eyes only", uma coletânea de contos sobre do agente que o escritor britânico Ian Fleming (1908-1964), pai do célebre espião, publicou em 1960. EFE pa/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG