Príncipe William não quer tirar protagonismo do pai

Londres, 3 jan (EFE).- O príncipe William da Inglaterra não quer tirar o protagonismo do pai, o príncipe Charles, nem se transformar em rei na sombra, mas se manterá à margem, enquanto o herdeiro ao trono assume o peso da representação de seu país.

EFE |

Assim afirma hoje o jornal "The Sunday Telegraph", que acrescenta que, ao expressar esta intenção, William aplaca os rumores de que aumentaria suas responsabilidades dentro da família real.

Um porta-voz de William disse ao jornal que o príncipe "não será um rei na sombra".

"Nos próximos anos, o príncipe William se concentrará em sua carreira militar, aumentará ligeiramente seu patrocínio a causas beneficentes e seus demais interesses", acrescentou a fonte.

O rumor tinha surgido também porque, dentro de duas semanas, o primogênito de Charles e de Diana fará sua primeira viagem ao exterior representando a rainha Elizabeth II, pela Austrália e Nova Zelândia.

Outras fontes disseram ao jornal que William "não quer ocupar uma posição antes do tempo".

"O príncipe William vê mais de perto do que ninguém o enorme esforço do príncipe de Gales para oferecer melhoras ao país. O príncipe de Gales é um homem muito apaixonado, e o príncipe William quer que a atenção se concentre em seu pai o quanto for possível", disse a fonte ao "Sunday Telegraph". EFE jm/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG