Príncipe Charles visita ONG em favela do Rio

Rio de Janeiro, 12 mar (EFE).- O príncipe Charles e sua esposa, a duquesa Camilla, visitaram hoje a ONG Luta Pela Paz, no Complexo da Maré, no Rio de Janeiro, onde assistiram também à exibição de uma escola samba e a uma roda de capoeira.

EFE |

Em sua chegada à favela, o príncipe e sua esposa foram recebidos pela bateria de uma escola de samba da Maré.

Horas antes, durante seu discurso no Palácio do Itamaraty, o herdeiro do trono britânico lembrou que durante sua primeira visita oficial ao Brasil, em 1978, abandonou o protocolo para dançar "uma rudimentar versão de samba com uma mulher 'seminua'", da Beija-Flor.

Desta vez, o príncipe não dançou, mas assistiu atento à apresentação de três passistas na favela, cercado por um forte esquema de segurança formado por agentes da Polícia Federal, da Scotland Yard (Polícia metropolitana de Londres) e da Polícia britânica.

Em seguida, Charles e Camilla foram às instalações da ONG, onde foram recebidos na entrada por jovens alunos da organização que lhes ofereceram uma exibição de capoeira.

Já no interior, o casal percorreu as salas de aula do recinto, presenciou uma demonstração de luta livre e manteve um encontro com um jovem boxeador brasileiro.

A Luta Pela Paz é uma ONG coordenada pelo ex-lutador britânico Luke Dowdney, cujo principal trabalho é a inclusão social através do esporte e da educação.

Depois, o príncipe Charles se reuniu com um grupo de jovens empreendedores e visitou o jardim botânico, onde se reuniu com membros da colônia britânica e conversou com o cacique Raoni.

O herdeiro do trono britânico e sua esposa viajarão amanhã para Manaus, e no sábado seguirão para Santarém, no Pará.

O casal permanecerá no Brasil até o domingo, dia em que viajará para o Equador, última etapa da viagem sul-americana que começou no Chile. EFE edv/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG