Príncipe Charles quer expressar sua opinião quando for rei

Londres, 16 nov (EFE).- O príncipe Charles, conhecido por dar sua opinião sobre assuntos polêmicos, está disposto a continuar nessa linha quando herdar o trono do Reino Unido de sua mãe, a rainha Elizabeth II, afirma hoje ao jornal The Sunday Times o amigo e biógrafo do herdeiro da Coroa, Jonathan Dimbleby.

EFE |

Em um extenso artigo, o jornalista revela que, embora não seja ainda um tema de debate formal ou público, há pessoas dentro do círculo real que avaliam uma redefinição do papel do monarca para o século XXI.

Esta redefinição, que, se acontecer, significaria uma mudança constitucional, permitiria ao futuro rei Charles III "falar sobre assuntos de importância nacional e internacional de uma maneira que neste momento é impensável", escreve Dimbleby.

O jornalista explica que estas considerações sobre a figura do príncipe - que, aos 60 anos, está no caminho de se tornar a pessoa mais velha a herdar o trono britânico -, são meras maledicências entre Clarence House, a residência de Charles, e o Palácio de Buckingham, a da rainha, que também chegaram aos corredores do Parlamento.

Embora Charles não tenha se pronunciado claramente sobre o assunto, revelou a pessoas próximas que ele gostaria que seu papel "evoluísse", para que, após herdar o trono, poder aplicar sua experiência, conhecimentos e sua habilidade para unir as pessoas em prol do interesse nacional, segundo o jornalista.

A introdução de possíveis mudanças constitucionais, que precisaria da aprovação do Governo e dos partidos, seria para aumentar as funções do monarca além das atuais, que se restringem à representação cerimonial e uma reunião semanal com o primeiro-ministro.

Dimbleby afirma que, sob os termos da constituição não escrita britânica, o soberano tem "direito de ser informado, encorajar e advertir", mas isso se limita à reunião com o chefe do Governo.

"Romper esta convenção - mesmo que seja de forma cautelosa -, representaria uma mudança sísmica no papel do soberano", afirma o autor.

O príncipe Charles, que na sexta-feira comemorou seus 60 anos com uma série de festejos, gerou polêmica em várias ocasiões por causa de suas opiniões em assuntos variados como arquitetura, jardinagem, produtos geneticamente modificados, mudança climática, religião e educação. EFE jm/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG