e não o contrário - Mundo - iG" /

Príncipe Charles diz que economia depende da natureza, e não o contrário

Paris, 15 dez (EFE).- O príncipe Charles da Inglaterra manifesta seu compromisso no combate à mudança climática e afirma que é preciso adotar um novo enfoque, no qual se aceite que a economia depende da natureza, e não o contrário.

EFE |

Em uma coluna publicada hoje no jornal francês "Le Monde", o príncipe de Gales manifesta seu desejo de que a cúpula do clima realizada em Copenhague sirva para definir "um plano de transição para uma economia verde, com objetivos oficiais e políticos, e tecnologias bem definidas".

"O fato de pensar na economia como algo separado da natureza é um sinal de desequilíbrio" entre "os ritmos da natureza, seus ciclos e os recursos limitados", afirma o príncipe Charles.

Um dos riscos que identifica é o desmatamento, e propõe a criação de um sistema no qual "o mundo financeiro" pague "pelos serviços públicos vitais prestados pelos ecossistemas", com os quais "contamos para garantir nossa sobrevivência econômica, material e espiritual".

"Afinal, já pagamos pela água, gás e eletricidade", acrescenta.

Charles lembra que acabar com a pobreza "já é um desafio ambicioso que a velocidade da mudança climática tornará ainda mais difícil".

O aquecimento global colocará também em perigo a segurança alimentar, já castigada pelo aumento dos preços e pela volatilidade dos preços do combustível, afirma.

Para o príncipe herdeiro, salvar o planeta prevê também "financiar novos programas de saúde e de educação, assim como modelos de desenvolvimento rural integrado".

"Espero, de todo o coração, que, em Copenhague, saibamos mostrar tudo do que somos capazes. É o mínimo que podemos fazer pelas futuras gerações", conclui. EFE jaf/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG