Príncipe Albert de Mônaco chega a Punta Arenas para visitar a Antártida

Santiago do Chile, 4 jan (EFE).- O príncipe Albert de Mônaco chegou hoje a Punta Arenas, cidade localizada a cerca de 3.

EFE |

000 quilômetros ao sul de Santiago, para iniciar uma expedição à Antártida junto a estudantes e cientistas chilenos.

"Estou muito contente de estar aqui e da viagem que realizarei à Antártida", disse o príncipe à imprensa ao chegar ao aeroporto de Punta Arenas.

Albert II se reuniu com o diretor e cientistas do Instituto Nacional Antártico (Inach) para revisar o programa que desenvolverá durante os próximos dias na região.

Segundo o diretor do Inach, José Retamales, o príncipe manifestou seu interesse em conhecer a atividade científica que o Chile desenvolve na Antártida.

O príncipe viajará nesta segunda-feira à Antártica chilena, se alojará na base Eduardo Frei Montalva da Força Aérea e visitará as bases Bellingshausen (Rússia), Grande Muralha (China) e Artigas (Uruguai).

Segundo o programa, na terça-feira percorrerá as bases King Sejong (Coréia do Sul), Comandante Ferraz (Brasil) e Arctowski (Polônia).

O principal objetivo desta viagem, que se estenderá em uma primeira etapa até o dia 8 de janeiro, é observar no terreno a ameaça do aquecimento global e se reunir com cientistas da região.

O príncipe é o soberano reinante do pequeno Estado de Mônaco, que em 31 de maio do ano passado se tornou no governante de número 47 a assinar o Tratado Antártico, que completa 50 anos este 2009. EFE pt/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG