Principal opositor do Zimbábue falta a reunião com Robert Mugabe

Harare, 20 out (EFE).- O líder do Movimento para a Mudança Democrática (MDC), Morgan Tsvangirai, principal político de oposição do Zimbábue, não compareceu hoje à reunião da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC) para tentar desbloquear as negociações que pretendem formar um Governo de unidade naquele país.

EFE |

Segundo declarou à agência Efe, Nelson Chamisa, porta-voz do MDC Tsvangirai não assistirá à reunião porque não tem um visto válido para entrar na África do Sul, país pelo qual tem que passar para chegar ao reino da Suazilândia, onde ocorre a reunião.

Já o presidente do Zimbábue desde 1980, Robert Mugabe, de quem Tsvangirai é opositor, pôde passar pela África do Sul e chegou à reunião acompanhado pelos porta-vozes da governamental União Nacional Africana do Zimbábue-Frente Patriótica (Zanu-PF), Patrick Chinamasa e Nicholas Goche.

A Zanu-PF e o MDC mantiveram negociações por mais de um mês para determinar de que ministérios se encarregaria cada partido, mas as partes ainda não conseguiram chegar a um acordo, motivo pelo qual a SADC se viu forçada a intervir.

Embora Tsvangirai não tenha ido ao encontro, o líder da facção minoritária do MDC, Arthur Mutambara, viajou para a Suazilândia e estará em Mbabane, a capital do país, "pouco antes do início da reunião", informou o jornal governamental zimbabuano "The Herald".

Além disso, o ex-presidente da África do Sul, Thabo Mbeki, participará do encontro como mediador do acordo assinado por MDC e Zanu-PF em 15 de setembro, assim como o atual presidente sul-africano, Kgalema Mothlante, como titular de turno da SADC.

A Suazilândia forma, com Moçambique e Angola, o painel de Assuntos de Segurança da SADC, que propicia as atuais negociações no Zimbábue, embora Tsvangirai tenha pedido publicamente a intervenção no conflito da União Africana. EFE sk/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG