Principal jornal canadense demitirá 10% de seu elenco de funcionários

Toronto (Canadá), 9 jan (EFE).- O jornal mais influente do Canadá, The Globe and Mail, anunciou hoje que demitirá 10% de seus funcionários, devido às dificuldades pelas quais passa a economia canadense.

EFE |

A medida representará a eliminação de 80 postos de trabalho, segundo revelou o editor Phillip Crawley, que acrescentou que a companhia tentará que a medida seja obtida através de demissões antecipadas e aposentadorias.

No entanto, Crawley não descartou que o periódico tenha que recorrer a demissões forçadas.

A empresa ressaltou que a queda da receita publicitária e a previsão de que essa redução se intensifique nos próximos meses obrigaram a tomar a medida.

Hoje, o órgão público Estatísticas Canadá revelou que a economia do país perdeu 34.400 postos de trabalho em dezembro, o segundo mês consecutivo de baixas. Em novembro, deixaram de ser criados 70 mil empregos.

Também hoje, o ministro das Finanças canadense, Jim Flaherty, advertiu de que os próximos meses serão complicados para o mercado de trabalho, enquanto o primeiro-ministro, Stephen Harper, qualificou de "preocupantes" os números de dezembro.

O "The Globe and Mail" pertence ao grupo de veículos de comunicação CTVglobemedia, que também possui a rede de televisão "CTV".

Há um mês, a emissora de televisão anunciou a eliminação de 105 postos de trabalho. EFE jcr/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG