Principais partidos chilenos divulgam nomes de candidatos presidenciais

Santiago do Chile, 22 ago (EFE).- Quatro partidos chilenos divulgaram hoje os nomes de seus candidatos às eleições presidenciais de dezembro, com o ex-presidente chileno Eduardo Frei à frente das legendas de centro-esquerda e Sebastián Piñera, favorito nas pesquisas, pelas forças de direita.

EFE |

No início do dia, em Santiago, o Partido Socialista (PS) proclamou o senador democrata cristão Frei como seu candidato oficial no pleito de 13 de dezembro.

Depois, o ex-presidente chileno (1994-2000) foi ao antigo Congresso Nacional, no centro da capital chilena, para participar da Junta Nacional da Democracia Cristã (DC), na qual foi escolhido como candidato por seu partido.

Nas próximas horas, no mesmo local, Frei estará presente ao conselho geral do Partido Radical Social Democrata (PRSD), onde também será nomeado como o candidato presidencial da legenda.

O PS, a DC e o PRSD são os três partidos que, junto ao Partido pela Democracia (PPD), formam a Concertação, a coalizão de centro-esquerda que governa o Chile desde o fim da ditadura militar de Augusto Pinochet, em 1990.

O terceiro protagonista desta disputa, o independente Marco Enríquez-Ominami, é dissidente do PS.

Já em Valparaíso, a 125 quilômetros ao noroeste de Santiago, acontece neste sábado o conselho geral da direitista União Democrata Independente (UDI), que ratificará seu apoio a Sebastián Piñera.

Piñera, membro do partido Renovação Nacional, será escolhido como candidato presidencial pelo outro grande partido da Coalizão pela Mudança.

Segundo a pesquisa do instituto privado Centro de Estudios de la Realidad Contemporánea divulgada em 12 de agosto, Piñera apareça na frente de seus adversários no primeiro e segundo turnos.

Piñera receberia 37% das intenções de voto no primeiro turno, seguido de Frei, com 22%, e de Marco Enríquez-Ominami, com 15%. EFE frf/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG