Principais notícias de dezembro 2008 - Parte 2

Seguem abaixo as principais notícias que marcaram dia a dia o mês de dezembro de 2008:

AFP |

11 dezembro

WASHINGTON:

Câmara dos EUA aprova plano de socorro às montadoras

Os membros da Câmara de Representantes dos Estados Unidos aprovaram na noite de quarta-feira um pacote de socorro de 14 bilhões de dólares para as principais montadoras americanas de veículos.

LONDRES:

Maioria das tropas britânicas deixará o Iraque em junho de 2009

Uma grande parte das tropas mobilizadas pelo Reino Unido no Iraque deixará este país em meados do próximo ano, informou nesta quinta-feira o ministro britânico da Defesa, John Hutton.

(GB-Iraque-Exército, 450 palavras, já transmitida)

GENEBRA:

Mugabe diz que não há mais cólera no Zimbábue, mas ONU registra 783 mortos

A ONU informou nesta quinta-feira que o balanço de mortos pela epidemia de cólera no Zimbábue subiu para 783 e que existem 16.403 casos suspeitos, pouco depois do presidente Robert Mugabe ter afirmado que a doença já não existe no país.

11 dezembro

WASHINGTON:

Senado dos EUA não consegue votar plano de ajuda às montadoras

O Senado dos Estados Unidos não conseguiu chegar a um compromisso na quinta-feira para votar o plano de ajuda à indústria automotiva, de 14 bilhões de dólares, anunciou o líder da maioria democrata Harry Reid.

TÓQUIO:

Japão anuncia novo plano de retomada contra a recessão

O primeiro-ministro japonês, Taro Aso, anunciou novas medidas de retomada, no valor de 192 bilhões de euros, para sustentar a segunda economia mundial, esperando que seu país seja o primeiro dos Estados industrializados a sair da recessão.

LONDRES:

Bancos britânicos HBOS e Lloyds TSB acertam fusão

Os acionistas do banco britânico HBOS (Halifax Bank of Scotland) acertaram a fusão com o compatriota Lloyds TSB e o aumento de capital, depois do que o governo provavelmente se converterá no maior acionista do novo grupo, anunciou o HBOS em um comunicado.

LONDRES:

Júri do caso Jean Charles contraria versão da polícia britânica

O júri sobre o caso da morte do brasileiro Jean Charles de Menezes, assassinado em julho de 2005 pela polícia londrina, contrariou a versão da Scotland Yard sobre os fatos em suas respostas ao questionário entregue pelo juiz sobre as circunstâncias da morte do eletricista brasileiro.

13 dezembro

OTTAWA:

Canadá anuncia ajuda condicional ao setor automobilístico

O governo do Canadá e a província de Ontario chegaram a um acordo para fornecer, sob condições, ao setor automobilístico canadense, uma ajuda de cerca de 2,8 bilhões de dólares, anunciou na sexta-feira à noite o ministro da Indústria, Tony Clement.

14 dezembro

BAGDÁ/WASHINGTON:

Bush visita o Iraque e leva uma sapatada de um jornalistas iraquiano

O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, foi recebido neste domingo pelo colega iraquiano Jalal Talabani, quando um jornalista iraquiano jogou os sapatos contra ele, sem conseguir atingi-lo, e o insultou de "cão", grave ofensa para os iraquianos.

WASHINGTON:

Reconstrução do Iraque representou um fracasso de US$ 100 bilhões

Um relatório não publicado do governo dos Estados Unidos afirma que os esforços americanos para reconstruir o Iraque foram prejudicados por problemas burocráticos provocados pela guerra, violência e pela ignorância de elementos básicos da sociedade iraquiana, resultando em um fracasso de 100 bilhões de dólares, informa o site do jornal New York Times.

15 dezembro

MADRI:

Bancos mundiais calculam perdas milionárias com a fraude do caso Madoff

Os grandes bancos internacionais, tanto na Ásia como na Europa, avaliam em centenas de milhões as perdas potenciais ligadas à suposta fraude cometida pelo gerente dos fundos nova-iorquinos Bernard Madoff, calculados em 50 bilhões de dólares.

16 de dezembro

WASHINGTON:

Federal Reserve baixa taxa básica de juros em nível jamais visto

O Banco Central americano (Federal Reserve, Fed) anunciou nesta terça-feira ter reduzido sua taxa básica de juros em um nível jamais visto, com uma margem de flutuação de 0% a 0,25%, e afirmou que intervirá para comprar títulos nos mercados.

PARIS:

Grupo rebelde afegão coloca dinamites numa loja de departamento de Paris

Cinco bananas de dinamite sem detonadores foram encontradas na manhã desta terça-feira na loja Printemps, na avenida Hausmann, uma das principais vias comerciais de Paris, em plena temporada de compras de Natal.

17 de dezembro

CLEVELAND:

Médicos norte-americanos realizam primeiro transplante total de rosto

Uma equipe de médicos de Ohio substituiu 80% do rosto de uma mulher, o que é considerado o primeiro transplante praticamente total de rosto do mundo.

(EUA-medicina, 500 palavras, a transmitir)

ESTRASBURGO, França:

Europarlamento aprova plano europeu contra mudança climática

A Eurocâmara aprovou nesta quarta-feira o compromisso alcançado pelos líderes da União Européia (UE) sobre o plano comum de luta contra a mudança climática para reduzir em 20% as emissões de gases de efeito estufa até 2020.

BAGDÁ:

Brown confirma no Iraque fim da missão militar britânica em 2009

A missão das forças britânicas no Iraque será concluída no primeiro semestre de 2009, anunciaram os dois países nesta quarta-feira, durante uma visita surpresa a Bagdá do primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown.

18 de dezembro

SANTIAGO:

Cepal prevê fim da bonança na América Latina; Brasil sob o impacto da crise em 2009

O ciclo de bonança chegou a seu fim na América Latina, anunciou nesta quinta-feira a Cepal (Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe), que prevê o menor crescimento regional dos últimos seis anos para 2009, com expansão de apenas 1,9%, sem descartar a possibilidade de um cenário pior devido à crise financeira mundial.

ARUSHA, Tanzânia:

Prisão perpétua para "cérebro" do genocídio em Ruanda

O Tribunal Penal Internacional para Ruanda (TPIR) condenou nesta quinta-feira à prisão perpétua o coronel Theoneste Bagosora, considerado o "cérebro" do genocídio em Ruanda em 1994, assim como outros dois antigos oficiais do Exército.

19 de dezembro

WASHINGTON:

EUA darão 17,4 bilhões de dólares para as montadoras

A ajuda federal anunciada nesta sexta-feira para os grandes construtores americanos será de 9,4 bilhões de dólares para a General Motors e 4 bilhões de dólares para a Chrysler; outros 4 bilhões suplementares serão encaminhados em fevereiro à GM, mas sob condições - a de desbloqueio da segunda parte do pacote Paulson pelo Congresso, precisou a Casa Branca.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG