Principais incêndios na Grécia nos últimos 10 anos

Atenas, 24 ago (EFE).- Os incêndios florestais que ameaçam Atenas há vários dias já destruíram 15 mil hectares de florestas e cerca de 200 casas, enquanto, em alguns pontos, as chamas estão a apenas 15 quilômetros do centro da cidade, em meio a ventos de até 60 km/h.

EFE |

Em seguida, a relação cronológica dos principais incêndios florestais na Grécia nos últimos dez anos: - 5 de julho de 1998.- Os incêndios que afetaram todo o país, principalmente nos arredores de Atenas, deixaram dois mortos e três feridos, arrasaram milhares de hectares de floresta e destruíram 50 casas.

- 22 a 25 de julho de 1998.- Os incêndios causaram a morte de quatro bombeiros e arrasaram 7 mil hectares de floresta. Entre as localidades afetadas, estiveram o Monte Olimpo, Lambiri (península do Peloponeso), e os montes Pendelikon, perto de Atenas. As chamas levaram à desocupação de cinco bairros periféricos da cidade.

- 11 de julho de 2000.- Os incêndios florestais arrasaram 5 mil hectares na ilha de Samos.

- 25 de agosto de 2000.- Mais de 100 incêndios florestais assolaram dezenas de milhares de hectares de florestas, do norte ao sul da Grécia, deixando sete mortos e cerca de dez feridos. As vítimas fatais eram idosos alcançados pelo fogo em casa nas localidades do Épiro, perto da fronteira com a Albânia.

- 28 de agosto de 2000.- Os incêndios florestais deixaram 11 mortos, várias dezenas de feridos e arrasaram mais de 150 mil hectares de florestas. Épiro (norte), Arcadia (centro do Peloponeso) e a ilha de Corfu foram os lugares mais atingidos.

- 7 de julho de 2004.- Uma pessoa morreu e várias casas sofreram danos em um incêndio no monte Parnis, nos arredores de Atenas.

- Junho-julho de 2007.- Dez pessoas morreram nos mais de 2 mil incêndios florestais que assolaram a Grécia durante um mês, e que arrasaram 45 mil hectares de floresta e plantações por todo o país.

As ilhas de Creta e Eubéia e o norte da península do Peloponeso, perto de Atenas, sofreram os danos mais graves.

- 23 de agosto de 2007.- Um incêndio com vários focos se estendeu por todo o Peloponeso. Nos 11 dias seguintes, o fogo, que também afetou a ilha de Eubéia, matou 67 pessoas, deixou milhares de desabrigados e arrasou 200 mil hectares de florestas e cultivos.

- 21 a 27 de julho de 2008.- Um incêndio que levou seis dias para ser controlado destruiu cerca de 6 mil hectares de florestas no sul da ilha de Rodas.

jlc/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG