Principais características da gripe

Redação Internacional, 11 jun (EFE)-. A gripe suína é uma doença respiratória aguda causada por um novo vírus, o subtipo H1N1, de origem suína, que é transmitida entre humanos e que foi detectada pela primeira vez em abril de 2009.

EFE |

Seus sintomas são similares aos da gripe comum ou estacional: febre alta, tosse, dor de cabeça, músculos e articulações, irritação dos olhos e fluxo nasal, além de vômitos e diarréia.

O contágio acontece, assim como na gripe comum, através da tosse e espirros de pessoas infectadas, ou ao tocar algum objeto contaminado pelo vírus e depois levar a mãe à boca ou ao nariz.

Para prevenir a propagação da doença, cuja incubação, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), dura de um dia a uma semana é recomendado cobrir a boca e o nariz com um lenço ao tossir e lavar as mãos regularmente.

Embora o vírus seja de origem suína - de fato no início se o nome dado à doença foi gripe suína -, não há registros de transmissão do animal para seres humano, somente de humano para humano.

A OMS descarta que a doença possa ser contraída pela ingestão de carne de porco e insiste que não há risco se os alimentos suínos forem manipulados e cozinhados corretamente (o vírus se torna inativo a 70ºC.) Os especialistas temem que o vírus da nova gripe interaja com outros, como o da gripe estacional ou o da gripe aviária e se torne mais perigoso.

Ainda não há uma vacina que proteja contra o novo vírus H1N1, embora a comunidade internacional já esteja se empenhando nisso.

doc/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG