Principais bolsas asiáticas caem com rejeição de pacote

As principais bolsas asiáticas abriram a terça-feira em queda, no dia seguinte à notícia de que a Câmara dos Representantes dos EUA rejeitou o plano do governo americano para tentar barrar a crise econômica.

BBC Brasil |

Em Tóquio, o índice Nikkei caiu quase 5% nos primeiros minutos desta terça-feira e fechou em forte baixa de 483,75 pontos (4,12%), aos 11. 259,86.

O indicador Topix, que reúne todos os valores da primeira seção, caiu 40,46 pontos (3,58%), para 1.087,41.

Na Coréia do Sul, a bolsa registrou na abertura perdas de 3,63%.

Já em Taiwan, as notícia do fracasso nas negociações nos Estados Unidos fizeram com que a bolsa abrisse com uma queda de 6,66%.

Em Hong Kong, o índice Hang Seng registrava perdas de 5,47% apenas 10 minutos depois da abertura do pregão.

"Isto (o fracasso do plano) vai ter um grande impacto na economia dos EUA e também vai afetar a economia global", afirmou nesta terça-feira o ministro da Economia do Japão, Kaoru Yosano.

Austrália e Nova Zelândia também sofreram perdas similares nas primeiras horas de terça, com a bolsa de Sidney marcando queda de 5,3% e a de Wellington 4,7%.

O primeiro-ministro australiano, Kevin Rudd, afirmou ter conversado com o premiê britânico, Gordon Brown, e os dois teriam concordado em pedir ao Congresso americano urgência para aprovar o acordo.

Perdas históricas

As perdas na Ásia chegam algumas horas depois de a Bolsa de Valores de Nova York ter registrado sua maior queda em pontos em um único dia na história.

O índice Dow Jones fechou a segunda-feira com queda de 6,98%, e o índice da bolsa eletrônica Nasdaq recuou 9,14%.

O Dow Jones acumulou uma queda de 777,68 pontos. A baixa recorde anterior era de 721,56 pontos, alcançada no primeiro dia de negócios na bolsa de Nova York após os ataques de 11 de setembro de 2001.

Seguindo a tendência americana, a Bolsa de Valores de São Paulo também despencou. O índice Bovespa terminou a segunda-feira com queda de 9,36%, depois de alcançar baixa de 13%. As negociações chegaram a ser paralisadas depois que o índice Bovespa recuou mais de 10% no início da tarde.

Rejeição na Câmara

A Câmara dos Estados Unidos rejeitou nesta segunda-feira, por 228 votos contra 205, o megapacote econômico de US$ 700 bilhões proposto pelo governo americano.

Mais notícias:

Para saber mais

Serviço 

Opinião

Leia mais sobre dólar  - Bovespa

    Leia tudo sobre: asia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG