Principais atentados na Índia desde os ataques em Mumbai de 1993

Nova Délhi, 27 nov (EFE).- Desde que uma cadeia de explosões causou a morte de 257 pessoas e deixou quase mil de feridos no centro financeiro de Mumbai, em 1993, a Índia sofreu vários atentados de grupos fundamentalistas e separatistas.

EFE |

O último deles aconteceu ontem à noite, também em Mumbai, uma série de ataques com granadas, tiroteios, explosões e vários seqüestros de reféns ainda não resolvidos em diferentes pontos emblemáticos da cidade, com pelo menos 101 mortos confirmados até o momento.

Estes são os principais atentados desde 1993: - 12 de março de 1993: Série de bombas colocadas por terroristas islâmicos em pontos estratégicos de Mumbai, como o edifício da Bolsa de Valores, hotéis e mercados populosos, deixam 257 mortos e mil feridos.

- 2 de julho de 1999: Setenta pessoas morrem devido à explosão de uma bomba na passagem de dois trens na estação ferroviária de Gaisan, no estado nordeste de Assam.

- 11 de novembro de 1999: Onze pessoas morreram e 108 ficaram feridas devido à explosão de uma bomba em um trem de passageiros na região indiana da Caxemira.

- 1 de outubro de 2001: Um ataque suicida atribuído ao grupo islamita Jaish-e-Muhamad (Exército de Muhamad) contra o Parlamento regional da Caxemira deixa oito mortos e 70 feridos.

- 18 de novembro de 2002: Trinta pessoas morrem na região de Andhra Pradesh devido à passagem de um ônibus sobre uma mina, em um ataque atribuído ao Grupo Guerrilheiro Popular.

- 24 março 2003. Vinte e quatro hindus morrem em Nadimarg, na Caxemira indiana, em um ataque que teria sido cometido por separatistas islâmicos.

- 25 de agosto de 2003: Cinqüenta e duas pessoas morrem e 15 ficam feridas na cidade financeira de Mumbai devido à explosão de duas bombas em táxis em um mercado popular e no monumento Portão da Índia.

- 23 de maio de 2004: Pelo menos 33 pessoas morrem, entre soldados e parentes, em um atentado contra um ônibus militar no estado indiano da Caxemira.

- 29 de outubro de 2005: O grupo separatista caxemiriano Lashkar-e-Toiba (LeT) coloca três bombas em zonas populosas de Nova Délhi, a capital indiana, que causam a morte de 62 pessoas e deixam 155 feridos.

- 28 de fevereiro de 2006: Pelo menos 20 pessoas morrem e 100 ficam feridas em um atentado de supostos rebeldes maoístas no estado de Chattisgarh, no centro do país.

- 11 de julho de 2006: Sete explosões quase simultâneas deixam 185 mortos e 700 feridos em vagões de primeira classe de trens suburbanos lotados de trabalhadores em Mumbai, em um atentado atribuído ao LeT.

- 8 de setembro de 2006: Pelo menos 31 pessoas morrem na explosão de uma bomba perto de uma mesquita no estado indiano de Maharashtra.

- 19 de fevereiro de 2007: Sessenta e seis pessoas morrem e mais de 60 ficam feridas em decorrência da explosão de duas bombas em um trem que liga a Índia com o Paquistão.

- 18 de maio de 2007: Pelo menos cinco mortos e 25 feridos na explosão de uma bomba em uma mesquita da cidade de Hyderabad, no sul da Índia.

- 26 de maio de 2007: Sete pessoas morrem e 30 ficam feridas na explosão de uma bomba em uma área comercial da cidade de Guwahati, a principal da região de Assam.

- 25 de agosto de 2007: Pelo menos 30 mortos e 60 feridos na explosão de duas bombas na cidade de Hyderabad, no sul da Índia.

- 13 de maio de 2008: Pelo menos 50 pessoas morrem e 100 ficam feridas em uma série de explosões registradas na cidade turística de Jaipur, no norte da Índia.

- 26 de julho de 2008: Morrem 49 pessoas e quase 100 ficam feridas em uma série de explosões registradas na cidade de Ahmedabad, no estado indiano de Gujarat.

- 13 de setembro de 2008: Três dos principais e mais movimentados núcleos comerciais e de lazer da capital indiana são alvos de um atentado múltiplo, que deixou 24 mortos e dezenas de feridos.

- 21 de outubro de 2008: Pelo menos 17 pessoas morrem e 30 ficam feridas devido à explosão de uma bomba na região de Manipur, no nordeste da Índia.

- 30 de outubro de 2008.- Uma série de explosões deixa 83 mortos e mais de 300 feridos em várias cidades do estado indiano de Assam.

- 26 de novembro de 2008.- Vários grupos de terroristas atacam diferentes pontos da cidade de Mumbai, como uma estação de trem, bares, restaurantes e os hotéis Taj Mahal e Oberoi, onde mantêm seqüestrados dezenas de reféns. EFE jrc/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG